21 de agosto de 2019

"Foco no resultado"!

Valores:

"É pelo resultado que se avalia a conduta"; resultado positivo, conduta boa!

A frase acima é coerente com o título do texto; qual seja: "Foco no resultado" - esse conjunto de palavras são as mais pronunciadas por encarregados de vendas e telemarketing, empreendedores, publicitários e inclusive os próprios vendedores!


Foco no resultado - blog Cotidiano Diverso (Elane Souza e pixabay grátis)

Quem sofre uma injustiça 'rapidamente se recupera', ou pelo menos tende a se recuperar mais rápido do que quem pratica!  Este, o praticante da INjustiça, pelo contrário, terá a vida toda para "remoer" sua conduta - sentir-se culpado ou não conseguir olhar no espelho no final de um dia de trabalho em que foi preciso mentir, enganar para conseguir vender um produto ruim ou inadequado para certos indivíduos!

Grande parte dos palestrantes que falam sobre empreendedorismo, encarregados de venda e publicitários tendem a mostrar ao trabalhador, responsável pela venda de um determinado produto, que não importam os meios - no final, se o resultado for bom, a conduta foi boa (a chefia não quer nem saber como conseguiram vender; às vezes, é até melhor não saber)! 

Vide telemarketing ativo e passivo - os vendedores 'trabalham' com metas: assim, a obrigação é ligar para as pessoas quantas vezes for preciso - ou induzir os que ligam querendo outra coisa ou apenas informação, a fazer novas aquisições. 

Nesses casos, fica até difícil (do "possível ou já cliente"), conseguir 'sair fora' deles sem tratá-los com certa grosseria - afinal, só contam  as vantagens do produto que estão a vender - esquecem das desvantagens; aliás, são quase sempre orientados para dizer que elas NÃO EXISTEM!

Quem pratica uma injustiça e obtém uma vantagem, prova aos demais que é desalinhado com o 'cosmo'; se não for punido ficará feliz - se for será infeliz, não porque se arrependeu ou ficou com pena do injustiçado, mas porque sofrerá com a punição!

Para Aristóteles, em Ética à Nicômano, o valor bem e mal importam em duas substâncias:  Na vida do homem na "Pólis",  (hoje é cidade, Estado ou país), e na sua intimidade! 

A maioria de nós, INFELIZMENTE, só pratica o bem (apenas) quando tem alguém olhando, vigiando (para a Pólis, para o mundo ver e ficar bem "na fita"); quando as cortinas fecham, quando estamos à sós ou sabemos que ninguém está vigiando, somos capazes de barbaridades, ou alguma irregularidade com a finalidade de obter vantagem indevida!

Lamentável ser assim!  

Deveríamos ser diferentes e ensinar nossos filhos e alunos a se comportarem bem, pelo BEM (como no Japão, por exemplo); aqui, desde as escolas (algumas delas - as mais 'ricas') já colocam câmaras dentro das salas de aula, que possibilitam o envio direto para aplicativo de vigilância, onde os pais podem acompanhar os filhos em tempo real - ver seu filho na sala, quando quiser!  Assim, os Professores já avisam: "comportem-se, os papais de vocês estão observando"

- Parece àquilo dos elevadores, corredores de estacionamentos, supermercados, shoppings, etc, que AVISAM: "SORRIA, você está sendo filmado"!  Nessa hora você se comporta como alguém moral e ético!  Não fosse isso...

Igualmente são os radares - aqui avisamos que a 200 ou 300 metros teremos um radar - "cuidado com a multa"!  Não fosse o aviso (e a 'dor que a multa provoca no bolso'), a velocidade seguiria igual, pouco importa se tem uma escola ou hospital a alguns metros adiante!

Com a moda das redes sociais e aplicativos, já existem muitos que 'AJUDAM' o desobediente, alcoolizado, procurado por crime, menor de idade, gente que perdeu a carteira por infração ou que não tem carteira a fugir de uma vistoria policial (uma Blitz) - um ato criminoso (265 do Código Penal); se você não tem nada a esconder, por que fugir de uma "batida", de uma Blitz?


“Art. 265 do CP- Atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública:
Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa. ”
Como puderam perceber, FOCO NO RESULTADO, dá margem a várias interpretações do cotidiano - o não importar com o meio para alcançar um resultado, um fim é quase sempre 'sinistro'! A ética e a moral de quem ainda tem fica abalada - olhar-se no espelho será difícil, quase como um Dorian Gray do filme "Retrato de Dorian Gray", criado a partir do clássico e perturbador livro de Oscar Wilde!


*Obs.: o filme citado vale muitíssimo a pena; quem não assistiu não perca a oportunidade de ver um criminoso e sua "sombra" (sombra é um conceito de Carl Jung).

E você colega Advogado, já pensou em que mesmo está FOCANDO para obter um bom resultado?

Fonte: grande parte do texto foi inspirado nas Palestras que vi e ouvi do Filósofo Clóvis de Barros Filho

Por Elane F. de Souza - Advogada, Autora dos Blogs: 
Divulgando direitos; 
Diário de Conteúdo Jurídico e,
do blog DCJ JusBrasil, 
além da Fã page Diário de Conteúdo Jurídico no facebook.

Também estamos no Youtube -  VEJA aqui e AQUI





*Quer, ou precisa abrir uma empresa EIRELI ou Simples? Entenda isso AQUI!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário ou envie uma pergunta

NEWSLETTER - SUBSCREVA

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner