29 de setembro de 2016

ESCLEROSE TUBEROSA: e a luta de um anjo chamado Amanda Karina

Hoje é só mais um dia, dentre tantos outros, que me pego pensando em um anjo chamado Amanda Karina!  Há 19 anos nascia essa criaturinha "doce" e fofa como a maioria dos bebês são! Tinha, de diferente, apenas o olhar distante e a aversão ao toque - além de uma ou duas manchinhas esbranquiçadas pelo corpo!  Quando cito à aversão ao toque quero dizer que, ao invés de fazer o que grande parte dos recém nascidos fazem (agarrar bem o dedo de quem lhes tocar a palma da mão - especialistas chamam isso de preensão; bebês "normais" agem assim), Amandinha não, pelo contrário, ela repelia e abria ainda mais a mãozinha se alguém lhe tocasse!  

Outra curiosidade é que ela não "encarava" ninguém - quando olhávamos para ela, ela se esquivava de toda forma para não nos mirar na "cara"! 

Apesar das citadas estranhezas, como já dissemos, Amanda nasceu normalíssima "por fora"; corpo perfeito e bem bonitinha!

Nessa época eu não vivia muito na casa onde minha irmã morava com ela que era (e, é) a casa de nossos pais.  Eu aparecia por lá uma ou duas vezes por semana; recordo-me que após um mês de vida minha irmã teve que levá-la ao médico para saber o porquê das atitudes da filha recém nascida.  A dúvida era: se o "teste do pezinho" deu normal - então, qual seria o real problema da nossa "amada Amanda"?!

Alguns meses depois, após vários exames e muitas idas a médicos de toda a espécie, o diagnóstico, finalmente chegou, e não era (não é) bom!  Amanda possui uma enfermidade rara denominada Esclerose Tuberosa que não tem cura, é progressiva e degenerativa,  não escolhe sexo ou origem e é de difícil diagnóstico!

As lesões geralmente aparecem no sistema nervoso central, no coração, nos pulmões, rins, dentes, ossos, olhos e pele. Orientam os especialistas que no primeiro sinal de depressão de uma criança ela deverá ser encaminhada a um profissional.  

Quando acomete o cérebro pode causar convulsões, deficiência mental e eplepsía; no coração pode ocasionar arritmia cardíaca; as dermatológicas geralmente são lesões avermelhadas ou cor cereja e se localizam, especialmente, no rosto (veja mais sintomas aqui).

O nosso anjo, Amanda, praticamente nunca sorriu, raramente mostrou ares de felicidade naquele rostinho inocente - quiçá já havia depressão em sua faze bebê (por isso tão arredia e distante).  Apesar de ter sido descoberta com a enfermidade ainda muito novinha (6 a 8 meses) ela nunca apresentou melhoras - seu estado de saúde, durante esses 19 anos, sempre foi de piora, nunca a vi melhorando, apenas mais ou menos controlada das convulsões devido ao uso de medicamentos "paliativos", mesmo assim, nossa guerreira segue viva após esses longos anos de sofrimento!  

A Esclerose Tuberosa que afeta Amanda está, especialmente, instalada no sistema nervoso central e em sua pele.  A cútis de bebê, morena e lisinha que apresentou durante seus primeiros anos já há muito que não existe, seu rostinho está cheio de pequenos nódulos que devem coçar muito, pois ela, mesmo que desajeitadamente, raspa seus dedinhos magros no rosto vez e outra!

As convulsões repetidas, durante anos, com gritos e caídas(*), todavia, sem choro, transformaram nossa pequena bonequinha em uma criatura magra, quase esquelética, com perninhas de graveto, muito longas, no entanto sem nenhuma serventia.  Ela nunca andou, nunca falou; desde os 8 meses que não chora, nem sorri.  A única coisa que faz "bem"é comer, mas há muito que não mastiga - engole quase tudo inteiro - tem que lhe servir quase tudo em forma de "papinha"!

Felizmente foi desmamada tardiamente; com 5 anos ainda queria mamar no seio - talvez por isso sobrevive sem muitas doenças comuns. A pior mesmo é essa que afeta o sistema nervoso e a decorrente da sua falta de locomoção: prisão de ventre com dores insuportáveis na hora da evacuação - passa de 8 a dez dias sem fazer, isso a debilita ainda mais, afinal, quando está um pouco melhor se alimenta bem, ficar sem evacuar assim ( "cheia") por dias, deve ser terrível!

Com 19 anos segue sendo uma "criança", apesar do tamanho, praticamente normal, tem massa magra bastante inferior ao que deveria (não desenvolveu seios, nem menstrou).  Nós, a família, acreditamos que o fato dela seguir sendo uma "menina" e não uma moça, tenha sido melhor pois, imagine alguém que já sofre tanto com convulsões e dores abdominais ter que passar, também, pelas dores das cólicas?

Não rara vezes fico imaginando qual o propósito de uma vida assim?  Por que uma pessoa tem que vir ao mundo só para passar por sofrimento, dor, angústia, sem ter um dia sequer de alegria e bem estar físico?  Não é justo que uma criança, sem pecado, sem máculas, passe por tudo isso e depois morra sem usufruir de absolutamente nada!

Além dela, que é um anjo, sem nenhum "pecado"a prestar contas, tem a família que também sofre demasiado ao vê-la sofrer!   Minha irmã, sua mãe, é uma heroína digna de aplausos; se houver uma vida, com salvação e paraíso depois dessa aqui, ela, certamente, estará lá ao lado da filha!

Outros, que merecem uma vida de glórias são nossos pais, avós de Amanda Karina, pois sempre estiveram presentes na criação e cuidados com a neta!  É difícil imaginar o que teria sido de minha irmã e sua filha se não fosse o apoio deles, especialmente no início quando minha irmã não tinha experiência nem "psicológico" suficientes para acompanhar a menina em seu dia a dia.  Felizmente hoje, Elizabeth é uma "mãe para toda obra", especialmente no quesito cuidar da própria filha!

Amanda Karina, com 19 anos, foto de 2016 
Apesar da vida simples, dos poucos recursos financeiros de nossa família e problemas que envolvem a criação de uma pessoa com necessidades especiais, Amanda sempre teve os principais cuidados (alimentação boa, medicamentos, médicos - mesmo que do SUS, exames, dentistas, etc), o que lhe faltou foi mais conforto (uma boa cadeira de rodas, bons colchões e um espaço mais amplo para ela estar, com bons ventiladores e/ou ar condicionado - Cuiabá, onde mora, faz um calor "dos infernos"!).

No entanto, o destino quis assim, que ela viesse desse jeito e nessa família de pessoas de poucas posses, sem recursos, apenas o suficiente para ter a vida que tem - nem mais, nem menos; o de mais é o nosso amor por ela, esse sim é demasiado (falo por mim e, especialmente pela mãe dela e por nossos pais, seus avós)!

Para finalizar este texto, que não é um artigo, apenas um desabafo, um resumo da vida de uma pessoa especial, quero deixar aqui um alerta aos pais sobre a doença da personagem (real) Amanda Karina e a anexação de links, com vários artigos científicos sobre a Esclerose Tuberosa; é só clicar em um deles para saber mais detalhes e o tratamento dessa enfermidade, que, infelizmente não tem cura!

FIOCRUZ

ESCLEROSETUBEROSA

SAÚDE E MEDICINA

INFOESCOLA

caídas (*) parágrafo 10 = do colchão, que já fica no chão, para evitar maiores danos à cabeça - quando ela dá os ataques, se estiver sentada no colchão cai de cara nele, infelizmente nem sempre tem alguém por perto para adivinhar que hora será esses ataques, é por isso que, por vias das dúvidas, o colchão onde dorme ou outros que passa o dia, sempre estão no chão; imagine se num ataques desses cair de uma cama com a cara no chão?  Só dorme em cama quando é com a mãe!

Fotos: mais tarde anexarei a de ANTES quando Amanda ainda era uma criancinha bonita e nem parecia doente, a aqui anexa é uma recente, com 19 aninhos!

Por Elane F. de Souza (uma tia "revoltada", mas ainda tentando se conformar), Advogada e Autora deste Blog


  


27 de setembro de 2016

Crenças no divino a qualquer custo!

Não é de hoje que as pessoas buscam "respostas para sua existência"; mesmo que a "resposta" encontrada pareça estranha sempre haverá gente disposta a crer!  Talvez seja por isso que o mundo da espiritualidade está repleto de falsos profetas e estelionatários abrindo templos, igrejas e centros  a todo momento.  

A maioria desses líderes religiosos buscam enriquecimento à custa da boa fé dos incautos, todavia, há uma outra parcela deles que buscam fama ou simplesmente a possibilidade de realizar desejos sórdidos com mais facilidade e discrição (estes seriam os pedófilos ou portadores de alguma outra depravação)!

As 10 piores enganações envolvendo igrejas (independente da crença):  as fontes das citações a seguir estão todas na internet, é só buscar que encontrarão muitos artigos sérios sobre os casos abaixo 

1º Pastor africano de Angola convoca (convida) todas as moças solteiras que desejem casar (arrumar marido) para irem a praia e terem o bumbum lambido por ele; essa seria a forma mais fácil de encontrar alguém que as desposassem (acredito que depois disso teria ficado até mais difícil pois, qual seria o homem a desposar uma moça que teve a bunda lambida em público?)...ainda mais em Angola que, pelo pouco que conheço os homens são machistas até o "pescoço" - falo dessa forma porque conheci muitas Angolanas em Lisboa;

por giro de notícias
2º Este outro caso interessante também vem da Africa, desta feita da Africa do Sul, onde um Pastor evangélico de nome Mnguni Fanuel, do Ministério de Discípulos dos Fins dos Tempos, "sugeriu" a seus fiéis que engolissem cobra (a de verdade ..rsrsr) pois ela teria gosto de chocolate, isso se tivessem fé (o Pastor ficou preso por alguns dias pelo ocorrido - por maus-tratos aos animais e depois foi solto sob fiança;

Pastor faz fiéis comerem cobra e garante: “Vai virar chocolate”
por Gospelprime.com

3º Esse mesmo Pastor, citado anteriormente, vem pregando, a maioria das vezes, montado em seus fiéis como se estes fossem cavalos;

Mnguni diz que tem sido perseguido por conta de seus métodos de pregação – Reprodução
por s1noticias

4º O Pastor relacionado no iten 2 e 3 se diz inspirado no Pastor Daniel Lesego, este foi o que Pastor que "pediu" a seus seguidores que comessem grama e bebessem gazolina;

Fiéis comem grama a mando do pastor para "ficarem mais perto de Deus"
Gospelmais.com

5º Timothy Ngwu, de 53 anos, também da Africa, foi preso porque engravidou mais ou menos 20 mulheres - segundo ele era a "vontade de Deus" que elas fizessem sexo. Casadas ou solteiras, não importava; até meninas e filhas de parentes teriam sido suas vítimas;

por Gospelmais.com

6º Agora um caso do Brasil: Pastor e ex-Presidente da Assembléia de Deus dos Últimos Dias, Marcos Pereira, foi considerado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como sendo uma pessoa "depravada", "degenerada", "pervertida sexual", capaz de fazer as coisas mais baixas, tudo isso se aproveitando de sua condição de líder religioso (uol notícias...)

7º A Igreja Católica tem milhares de abusos infantis em todo o mundo envolvendo Padres e Bispos  - alguns desses abusadores alegam que são as crianças que os seduziram (por diário liberdade);

8º Uma igreja na Virginia, nos Estados Unidos causou "alvoroço" na região ao permitir que seus fiéis assistissem ao culto pelados!  O Pastor Allen Parker, o responsável pela "ideia", disse que é assim que viemos ao mundo - sem bens materiais, e sem vestimentas, por isso Deus permite ("pelados no culto");

9º Também nos EUA, no final de março de 2015, uma notícia interessante sobre crenças se espalhou na internet;  até nós já falamos sobre isso aqui em um de nossos artigos (LEIA AQUI); trata-se da Igreja da Maconha, criada e liderada por Bill Leven, hoje com 60 anos.  Ela pode ser encontrada no Estado de Indiana, onde é sua sede - já tem oração, mandamentos e tudo que uma igreja precisa e mais - a possibilidade de consumo do produto cultuado durante suas reuniões (uso da maconha dentro dela é permitido, inclusive pelo Estado, pois agora é uma crença oficial, autorizada);

A Igreja da Maconha uma novaverso religiosa para quem quer crer algo e ainda no havia se encontrado
heregescom.blogspot.com.br (Bill Leven, na foto)

10º E por último, mas não menos importante, estão algumas igrejas evangélicas, e neo pentecostais do Brasil. Grande parte dessas igrejas tem líderes religiosos milionários, enquanto isso seus fiéis passam as mais diversas formas de necessidades para seguirem "contribuindo" ($$$), com a "esperança" de que dias melhores virão!  Infelizmente não dá para entender quem está de "pior fé" - os que doam para os espertalhões usufruírem dessas fortunas que se acumulam, ou os próprios estelionatários que de fé não tem nada - apenas se utilizam da fé dos outros!

Portanto, o jeito mesmo é ficar de olho bem aberto pois, a maioria das crenças e seus líderes o que querem é se dar bem de alguma forma - seja ela enriquecer-se às custas dos outros, sem a necessidade de trabalhar, ou outras ainda mais asquerosas e vis como a pedofilia e demais depravações!

Por Elane F. Souza Advogada e Autora deste Blog (ao copiar ou redistribuir trechos cite a fonte, por favor)







26 de setembro de 2016

COISAS DE MULHER - parte III: Menopausa Cirúrgica, antes e depois dela

Quem segue o Blog ou apenas lê os artigos talvez se lembre que, em meados de maio deste ano, fui submetida a uma Histerectomia total por causa da existência de Endometriomas, Adenomiose e Endometriose profunda infiltrada.

Hoje faz 4 meses e 7 dias que passei a viver sem a maioria dos problemas que essas enfermidades me causavam. Sem a parte interna do corpo que mais estava afetada já me sinto outra. Infelizmente, a médica que me operou não pode extirpar todo o endométrio envolvente no intestino - algo segue aí, todavia não sinto nada, pelo menos da forma como era; na verdade me sinto revigorada!

Acredito que, por já ter bem mais de 40 (rsrsrs) e por estar próxima à menopausa, mesmo que de forma abrupta, ela chegou sem causar muita "confusão"!

Cabelos que caem, pele mais seca, alguns lápsos de memória (neste último caso pode ser os antidepressivos - que nada tem a ver com a menopausa cirúrgica), no mais creio que tudo segue igual, quiçá melhor!  Não menstruar mais; TPM foi embora, os tampões também (rsrsr); inchaço na barriga e dores abdominais sumiram; e até emagreci - quer coisa melhor?

Acredito que a cada dia estarei melhor e mais viva!  Menopausa por Menopausa mais dia menos dia ela chegaria e pior, teria que passar pelo climatério!  No meu caso só terei que fazer reposição após algum tempo e isso se estiver sofrendo muito com os sintomas bruscos de sua chegada pós-cirurgia.

Realmente, o fato se sentir "limpa" o tempo todo não tem preço! Os órgãos reprodutores femininos foram feitos para procriar, se de nada valem e se só atrapalham, adoecendo a mulher, por que não retirá-los a todos, de uma vez só?  Foi o que fiz e não me arrependo - por pouco período de tempo pensei que sentiria falta da maternidade, SÓ QUE NÃO!

Com relação ao sexo está tudo igual!

- Se tenho orgasmos?  Claro que sim!

- Se todavia sigo querendo praticar?  Evidente, e com mais vontade (rsrrs) até porque estou atingindo a minha meta corporal (nível mais baixo de gordura - autoestima elevou) e como já disse me sinto super limpa pois a menstruação se foi para sempre!

Agora, 4 meses depois da intervenção que me levou à menopausa, com sete quilos a menos, até minha disposição para aparecer numa foto via na internet é maior: VEJAM o antes e depois dessa "jovem senhora" (rsrsr)!

ANTES março/2016  - 2 meses e meio antes da cirurgia (a pose e a roupa serviam para encobrir os quilos a mais- não riam)

DEPOIS  (abaixo -18 setembro 2016)


Mais magra e elegante - suponho!

Para saber mais sobre a menopausa e os cuidados com a saúde que a mulher deve ter - clique aqui!

Por Elane F. de Souza (Autora e Administradora deste Blog)

12 de setembro de 2016

Cirurgias estéticas que dão errado e o "preconceito"

Em 2013 e 2014 Brasil liderou o ranking em cirurgias plasticas no mundo. Em 2013 foram 23 milhões de procedimentos  (Nºs publicados pelo  ISAPS - International Society of Aesthetic Plastic Sugery) passando, inclusive, os "favoritos" a campeões que eram os EUA, este ficou com 1.491.721 no total.

No Brasil a maioria dos procedimentos foram destinados à "correção de algo considerado feio" ou defeituoso pelo paciente (lipoaspiração, lipoescultura, rinoplastia e colocação de próteses mamárias); no entanto, há um "nicho" que vem crescendo muito que é a colocação de próteses de glúteo (gluteoplastia) e outros procedimentos mais simples como bichectomia (retirada das bochechas por dentro para afinar o rosto) e bioplastia labial (preenchimento labial com ácido hialurônico ou Metacrilato).

Ocorre que muitos(as) dos que decidem por procedimentos estéticos sequer necessitariam deles para serem bonitos(as), mas como cada um é dono de si  faz o que quer de si, para si e até "contra si"; é por isso que existem tantas "aberrações" nas ruas das grandes cidades e até nas redes sociais sendo "ressaltadas" como se fosse algo belo - quando aparece um e outro com piadinha ainda acha ruim!

Logo não vê que certas coisas podem não dar certo e até levar à morte?  

Resultado de imagem para peitos gigantes fora do normal com silicone
por gazetaonline.com.br
Seios imensos que podem provocar grandes males à coluna; nádegas de causar verdadeiro asco (desculpe, mas é isso que provoca em mim certas "bundas" siliconadas)....- com esse argumento, com essa opinião estou sendo preconceituosa?  Se disserem que sim fica difícil viver nesse mundo!  Não tenho obrigação de gostar de ver bundas imensas na minha frente; quem não gosta de opiniões à respeito desse assunto não coloque pois, haverá sempre alguém que ache horrível e que nem queira chegar perto dessas feiúras!  Sou uma delas!

por Extra.Globo.com (Renee Talley, 44 anos ficou "feia" e quase morreu com tanto silicone)

Com isso não estou querendo afirmar que não gostaria de ter os glúteos mais empinados - GOSTARIA SIM  (mas sem acrescentar nada), seios um pouco mais volumosos e rijos (sem exagero) e um nariz fininho e elegante, afinal esse não é um discurso contra cirurgias estéticas nem preenchimentos "corporais" (sou super a favor), mas nada que ultrapasse o limite do bom senso!   

Imagine encontrar pelas ruas uma "boca de caçapa", com "lábios de travesseiro" e ter que ficar séria? Imagine se deparar com uma "formiga tanajura", em forma de mulher, e não olhar e exclamar algo ou pelo menos dar uma discreta risada?   Não consigo - não posso; está acima das minhas possibilidades "passar batido" - a pessoa que é vítima tem a maior parcela de culpa nisso, afinal, foi ela quem quis ser assim - não nasceu da forma como está!  
Resultado de imagem para bocas turbinadas por cirurgia plastica de famosos
por noticias.bol.uol.com.br

Portanto, TENHAM BOM SENSO SEMPRE, evitem ser ridicularizados nas ruas e com mais razão nas redes sociais!   Lembrem-se, a internet não perdoa, virou moda fazer chacota de quase tudo - até das coisas que jamais deveriam mexer como características pessoais, cor, idade, deficiência, preferências sexuais, nacionalidade, política, futebol; imagine dos efeitos de uma plástica mal sucedida que é exposta para todos como se fosse algo bonito  a ser ressaltado e elogiado - certamente receberás uma enxurrada de comentários ridicularizando a pessoa da foto e ela será compartilhada para outros fazerem o mesmo!  Esse mundo virtual é um "mundo cão", não perdoam nada!

Por Elane F. de Souza  (Adv., e autora deste Blog)

9 de setembro de 2016

A responsabilidade ao gerar um filho!

Gerar filhos talvez seja a coisa que mais requeira responsabilidade na vida de uma pessoa ou casal, especialmente em se tratando de hoje e, com mais razão, num futuro próximo.  Imagine ser responsável pela vida de um outro ser humano?  Até mesmo os ratos defendem, cuidam e alimentam seus filhotes até que esses possam fazer a vida sozinhos, por que não o homem que, em tese, é racional - colocar mais alguém no mundo pelo simples fato de ser contrário ao aborto, por exemplo, é um dos fatores mais egoísticos que conheço.

Resultado de imagem para pais e filhos
por PAIS E FILHOS - InSTruMenTaL

No Brasil, e em quase todo o mundo, a expectativa de vida aumentou; por isso, e por outros fatores mais, chegará o momento em que haverá escassez de alimentos e água.  Hoje, esses insumos necessários a vida são abundantes, apenas mal distribuídos.  Uns tem muito e outros nada.  Em alguns países há fome e em outros desperdício de comida nos restaurantes e nas lares - em alguns até existem "guerra de comida" como forma de comemoração tradicional (ex.: La Tomatina, festa típica na España onde se atira tomates uns nos outros); quantos milhares de litros de água e de trabalho foram utilizados para essa colheita?  Quanta gente no mundo gostaria de ter, pelo menos, um tomate desses como refeição?

A pergunta é: - e eu, o que tenho a ver com tudo isso?  Dependendo de quem seja você será mais ou menos responsável.  Se você é do tipo que tem ou teve muitos filhos e mal se responsabilizou pela criação deles você será responsável pelo que ele se tornou ou se tornará.  Antes de gerá-los deveria ter pensado muito - se podia criá-los a todos com conforto e amor suficientes para que num futuro não viesse arrepender.  Por outro lado se você não tem nenhum, mas uma boa condição financeira e nada faz pelos que passam fome ao teu redor será só mais um egoísta em meio a tantos outros; e por fim, mas não menos importante, há que pensar no que consome e como consome.  Ao frequentar um restaurante por quilo, por exemplo, deveria colocar no prato apenas o que conseguirá comer, caso queira mais, repita - encher o prato e depois deixar não é justo; quando for à feira compre apenas o que consumirá ao longo do mês, é muito triste ter que jogar comida fora porque apodreceu ou caducou sabendo que outros passam fome.

Ahh, outro fator que considero uma imbecilidade e de um egoísmo sem limite é participar de qualquer "brincadeira ou tradição" que envolva desperdício de comida - se você tem um pouco de sanidade e amor pelo próximo, pelos desvalidos, pelos famintos, não faça isso!

Voltando ao assunto central, tema deste artigo, quero aqui manifestar minha indignação aos pais que colocam (ram) seus filhos no mundo apenas por "garantia" de uma velhice menos solitária.  Por anos ouvi de amigos(as) e parentes que deveria ter, pelo menos um filho(a), para garantir que não ficaria sozinha na velhice. Será possível que o povo não aprende que se cria filho para o mundo e não para si?  As pessoas deveriam fazer o que fazem os apaixonados por animais: crie o seu filho como cria um cão ou gato. Ame-o incondicionalmente; não espere dele nada em troca.  Não espere que ele deixe de viver para ser o teu enfermeiro na velhice; você o colocou no mundo sem perguntar se ele queria vir; deu a ele uma vida que talvez ele nunca tenha querido e ainda espera uma troca desse tipo de coisa que sequer foi um "favor"!?"?!  Ao colocá-lo no mundo você se tornou responsável por ele, pela vida que ele tem ou teve.  PENSE nisso antes de sair por aí gritando aos quatro cantos que tem um filho ingrato.

No entanto, se você foi um pai(mãe) presente, responsável emocional e financeiramente; alguém que gerou apenas por amor e, fez tudo que pôde para fazer o filho feliz, sem pensar em retornos futuros nem trocas de favores, talvez você se surpreenda e tenha o mais amoroso dos filhos ao teu lado também na velhice.

Há um ditado ou frase que diz mais ou menos isto: "você é responsável pelo que cativa"!  Parodiando eu digo: "você é totalmente responsável pelo que gera", portanto, não impute, não atribua culpa a quem não tem; se o filho é teu se responsabilize inteiramente por ele, dê a ele tudo o que necessite sem esperar retorno - se souber criá-lo, a recompensa, possivelmente, virá!

Por Elane F. de Souza (Advogada e Administradora deste Blog) Ao copiar cite a fonte

6 de setembro de 2016

"A vida cansa"!

Jeanne Calment (por Wikipedia.org) 

Já imaginou viver mais de 100 anos? Seguramente muitos dirão que sim, que isso seria, inclusive, um sonho a ser conquistado.  Uns acrescentarão à resposta apenas a ressalva: "desde que seja com saúde gostaria de viver até mais que isso"!  

Hoje, no mundo todo, existem centenas pessoas que já passaram dos 100, umas com saúde, outras nem tanto e algumas que já não se reconhecem - essas, apenas esperando o minuto final.

Ainda vivo, considerado por muitos, mas ainda não pelo livro dos recordes (o Guinness), um homem natural da Indonésia que diz ter nascido em 31 de dezembro de 1870.  Se o fato for verídico e confirmado pelas autoridades esse Senhor de nome Sodimejo (chamado de Mbath Gotho) teria 145 anos.  

O indonésio Sodimejo tem seu túmulo preparado desde 1992
por notícias.uol.com.br (Sr. Sodimejo)

Mas será verdade que alguém poderia viver (sobreviver) por tanto tempo?  Atravessar mais de um século de histórias e seguir lúcido? Dizem que hoje ele já precisa de ajuda para comer e passa a maior parte do tempo deitado ouvindo o rádio já que não pode ver TV (não enxerga mais, quase nada).  Ao longo desses anos casou-se 4 vezes, teve 10 irmãos e alguns filhos mas nenhum desses parentes seguem vivos - os parentes vivos, mais próximos, são seus netos, bisnetos e tataranetos. Segundo um de seus netos ele já comprou a sepultura há mais de 20 anos, todavia ela segue sem utilidade! Quando lhe perguntam o que espera da vida ele diz que só espera e deseja a morte!

No entanto, verdadeiramente mais idoso(a), reconhecido(a), oficialmente, pelo Guinness foi uma mulher francesa, ela se chamava Jeanne Calment e morreu com 122 anos de idade - "cansada" costumava dizer que "deus havia se esquecido dela"!

Aqui no Brasil vivia ou vive (pelo menos até março 2016 ainda vivia) um Senhor de nome José Coelho de Souza, natural do Ceará e antiquíssimo morador da Comunidade Estirão do Alcântara, localizado a 30 minutos de barco de Sena Madureira no Acre.  Sua história veio a público quando ele tinha 129 anos e teve que confirmar para o INSS que estava vivo - se confirmada sua idade pelo Guinnes, ele sim, será considerado o mais velho do mundo.

(Foto: Arquivo pessoal)
por BBC portuguesa

Histórias de vida longevas como essas estão se tornando comuns nos dias atuais e a maioria se devem as novas tecnologias hospitalares e a medicina farmacêutica, no entanto, o que dizer de pessoas como o indonésio e o brasileiro que vivem (viveram) uma vida humilde, para não dizer pobre de ingestão de nutrientes e com falta, quase absoluta, de recursos de saúde pública?  

Difícil de se explicar!  Segundo especialistas devem ser investigadas a fundo a predisposição de certas pessoas a viverem tanto - quiçá sejam os genes (preveem)!

Mas, e você o que achou dos exemplos de vida longa apresentados aqui?   Gostariam de vivem tanto quanto eles se tivessem, apenas, os recursos que eles tiveram?  Dos três aqui apresentados, apenas a francesa possuía uma vida "estável" de bens materiais (um certo conforto).  Com uma vida tão longa como a deles a pessoa perde a maioria, se não todos, os vínculos familiares mais próximos (pais, irmãos, cônjuge, filhos e até netos)..., lhes sobrarão alguns netos, bisnetos e tataranetos se ela foi uma pessoa que tenha tido filhos - se não foi assim estará mais sozinha ainda.  Então, valeria, realmente, a pena estar sozinho no mundo, apenas rodeado de desconhecidos e curiosos da tua longevidade?  Por mais que te amem, se você é uma pessoa "apegada"sentirá nostalgia, permanecerá saudoso dos que partiram e poderá entrar em depressão.  Muitos idosos, como menos idade que esses passam por depressão por se sentirem sozinhos - imagine presenciar as transformações do mundo de 1 século para o outro e outro, e seguir vivo?  

Enfim, até esse relato, essa possibilidade já me deixa cansada e triste.  Definitivamente uma vida longa, com saúde ou sem, NÃO É PARA MIM!  Presenciar mais guerras, mais fome, mais miséria, mais injustiça e a morte de todos os entes queridos está fora dos meus planos! Para quem deseja uma vida longa, boa sorte!


Autoria: Por Elane F. Souza (autora deste Blog e Advogada em Recife e Fortaleza)  - Ao copiar ou distribuir cite a fonte







NEWSLETTER - SUBSCREVA

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner