Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2020

Eu estou no Tik Tok, e daí?

Imagem
Nesta quarentena, um dos aplicativos que mais cresceram, superando * inclusive o Instagram e o Facebook foi o Tik Tok, e você sabe o porquê? *Números de "superação" aqui Bem, primeiramente porque lá feios, bonitos, gordos, magros, idosos e jovens (brancos, negros e amarelos) tem a mesma oportunidade; nela o que mais há são vídeos engraçados, educativos e/ou úteis de alguma forma (quando você baixa já decide o tipo de conteúdo que quer ver em sua time line). São vídeos de até 59 segundos (mas podem ser mais rápidos), "sem participação ativa" de menor de 13 anos (especialmente em live), sem bullying, sem preconceito, sem racismo, sem xenofobia, sem discriminação por sexualidade ou idade e sem a "permissão" de qualquer outro tipo de crime virtual - quem praticar algum deles dentro da plataforma, não importa se é via comentários ou vídeo, o autor do crime acabará sendo banido, perderá a conta (o vídeo e o perfil da pessoa que descumpriu as "rígidas"

Ansiedade mata, mas descaso e preconceito matam ainda mais! Enfermeira americana denuncia médicos por matar latinos e negros

Caro seguidores, os últimos dias não estão fáceis, por isso pouco passo por aqui; no entanto, creio que fácil não está para ninguém! No caso, refiro-me a mim porque já sofro de ansiedade crônica e depressão moderada, então fico imaginando como estará a vida de todos os que estão dentro das ambulâncias que passam, diariamente, na região onde vivo (uma quadra - que de frente dá para uma rua super movimentada e, fundo, com outra igualmente ou mais movimentada).  Não estou exagerando, vivo no Recife (no perfil tem essa informação, então não há porque omitir), o fato é que ultimamente, durante o dia, 10 a 12 ambulâncias, quiça mais, quiçá menos, passam por aqui e me deixam com os nervos à flor da pele; sentindo-me um trapo humano por não ser útil na vida de ninguém, tampouco na vida de minha família (pais, irmãos e sobrinhos) que vivem a quase 3mil km de mim (em Cuiabá-MT). Não sei se vocês sabem como sente um ansioso: ele vive o futuro, bom ou ruim (é indiferente)! Quando há uma viagem de

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *