Postagens

Mostrando postagens de 2017

DICAS DE UMA ESCRITORA: por Cristina Lasaitis

Imagem
Cris Lasaitis Como escritora e revisora às vezes recebo e-mails de autores iniciantes que me enviam trechos do seu primeiro livro, necessitados, não de um serviço, mas de uma simples orientação profissional. O que tem me surpreendido, contudo, não é só o aumento no número desses pedidos, mas a incrível semelhança entre eles. Muitos jovens escritores compartilham as mesmas dúvidas, inseguranças, angústias, e até os erros que cometem nos seus manuscritos! As dicas aqui contidas são de minha inteira responsabilidada. No mais, uma fada morre cada vez que uma ilusão é destruída, e eu não me responsabilizo pelas fadas que vierem a morrer por causa deste guia! Podemos começar? Oi, eu escrevi uma história, quero transformá-la em livro e… A primeira pergunta que o autor iniciante deve se fazer é:  qual é o seu objetivo para com o texto que tem em mãos? A) Quero ser lido. Um escritor precisa de leitores e é bastante saudável você ter os seus textos lidos antes que reso

Suicídio do Ceará - registro dos últimos 5 anos

Imagem
O Ceará ficou em quinto lugar, no Brasil, em um triste ranking publicado hoje (sexta-feira 22-09-2017) pelo Diário do Nordeste .   Estamos a falar do suicídio que, na maioria das vezes é decorrência das doenças dos 'Ds': " Desesperança no futuro e na vida; Depressão; Desânimo; Desemprego; Divórcio; Dependência química; Desamparo; Distimia; Desordens mentais, etc"... é o que dizem alguns Profissionais da Psiquiatria e Psicologia. No estado, nos últimos cinco anos, o número de pessoas que colocaram fim a vida é alarmante..  O Pravida (Programa de Apoio à Vida do Hospital Valter Cantídio), juntamente com o Ministério da Saúde, constataram que 2.957 pessoas tiraram a própria vida. Para ter acesso a todos os números, INCLUSIVE DO BRASIL, acesse a reportagem do DIÁRIO DO NORDESTE desta sexta-feira 22 (Reportagem de Vanessa Madeira). Imagem do Diário do Nordeste suicídio - imagem Diário do Nordeste ADAPTAÇÃO e comentários: Por Elane F. Souza FON

Estelionato religioso - uma dica de TCC

Imagem
Um tema de impacto; excelente para ser desenvolvido em monografias, TCCs, artigos e obras literárias; na verdade, o princípio de um sonho como livro a ser escrito e publicado - Aguardem!   De momento fica como dica aos colegas e estudantes de Direito que desejam um tema de Penal menos recorrente e menos saturado. *Curso de Serviço Social para concurso - conheçam! Quem decidir por desenvolvê-lo terá algum trabalho de pesquisa, mas isso é indiferente pois, qualquer TCC ou obra literária demandaria pesquisa (umas mais, outras menos), nesse caso em questão, até se envolver no assunto seria interessante.  Recomendaria aos candidatos à escrita do tema, que frequentassem igrejas e quaisquer outros centros e templos de evangelismo. Conhecer pessoas, colher depoimentos de fiéis e ex-fiéis, ouvir e gravar cultos.  Somado ao sugerido no parágrafo imediatamente anterior, façam pesquisas aprofundadas no "mundo virtual" pois ele é uma excelente fonte de pesquisa; lá é f

“Barriga de aluguel, gestação de substituição, ou útero emprestado”? Qual a melhor definição?

Imagem
Para o Conselho Federal de Medicina (CFM) o nome dado a técnica de Reprodução Assistida (RA)  é o de Gestação de Substituição (doação temporária do útero) e está indicado nos casos em que  exista um problema médico, que impeça ou contraindique a gestação na doadora genética, ou em caso de união homoafetiva.   As doadoras temporárias do útero devem pertencer à família de um dos parceiros em um parentesco consanguíneo até o quarto grau (primeiro grau – mãe; segundo grau – irmã/avó; terceiro grau – tia; quarto grau – prima), em todos os casos respeitada a idade limite de até 50 anos de idade . Gestante - imagem 1 por pixabay Apesar da  doação temporária do útero não ter caráter lucrativo ou comercial, a técnica já foi “apelidada”, há muito tempo, de “barriga de aluguel”.   O CFM não autoriza a realização se não estiver dentro dos  parâmetros da RESOLUÇÃO CFM Nº 2.013/2013 – citados no parágrafo anterior deste artigo, qual sejam:  ser familiar até quarto grau; não sendo f

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *