11 de março de 2019

"Perdi minha identidade espiritual", o que faço agora?

Para as pessoas que são extremamente religiosas ou apenas religiosas, entenderão o que passarei a discorrer!

A Violência doméstica, quando é moral, psicológica e financeira*, nos destrói de dentro para fora! Nos perdemos de nós mesmos(as), deixamos de ser quem somos, nos transformamos em uma casca vazia, ou algo parecido a um zumbi ou morto vivo!
(*Lei Maria da Penha - 11.340/2006, artigo 7º, incisos II, IV e V)

Violência contra a mulher
Mulher destruída, mulher vampirizada

Somos manipulados de tal forma que costumamos dizer a nossos Terapeutas, pessoas da família ou muito próximas (só a elas, e, às vezes só ao Terapeuta, por vergonha), que não somos mais quem éramos!

A droga pela qual nos viciamos é um outro ser humano, todavia perverso, sem empatia ou remorso! 

Alegra-se em nos ver sofrer - só assim consegue o suplemento para sua felicidade e satisfação pela vida (ele-a não tem isso e nunca teve); precisa de alguém que tem muita vitalidade e empatia, mas que seja vulnerável, demasiado empática e bondosa. Essas são as vítimas perfeitas para os Psicopatas com Transtorno de personalidade Narcisista.

A toxicidade que nos emana, nos adoece! É comum que pessoas que convivem com narcisistas (homem, mulher, trans, Gays; independe da sexualidade), acabe com depressão, síndrome do pânico e até com vontade de por fim a tudo (às vezes põe)! 

Alguns(umas) quando, por fim são descartados(as) (porque, descartar eles(as) é mais difícil - eles(as) não deixam; perseguem e nos "bombardeiam" com seu falso amor); assim, novamente caímos em suas garras - é um recomeço que será ainda pior (é o do tal 'gasligthting'*, ou luz de gás em espanhol, em português ainda não há uma tradução, mesmo literal para a palavra).

*Este filme AQUI, antigo, mostra como é realizado o gasligthing!

Quanto mais saímos e voltamos, mais sofremos! 

É como um vício em qualquer droga. "QUANDO CONSEGUIR SAIR FORA NÃO DÊ NOVA CHANCE - CONTATO ZERO OU PEDRA GRIS*" (é o conselho mais dado por especialistas).

*Veja AQUI conceito (comentários) sobre a pedra gris na Psicologia!

Quem faz tratamento e participa de grupos de ajuda contra alcoolismo a regra é: não dê o primeiro gole!

Bombardeio de amor
Quem sofre com narcisistas é a mesma coisa: "não volte a falar, a receber mensagens e responder; bloqueie (é melhor); se puder fuja para outro Estado ou país; não dê uma "nova foda"(ops), nem beijos; não se sucumba aos encantos malignos dessa criatura sem remorso ou voltará a ser manipulada de forma ainda mais cruel, porque ele entenderá que você é mais fácil de manobrar do que pensava: "é só lhe dar um agradinho, um carinho falso, que você cairá nas garras dele(a) novamente"!

Os especialistas no assunto dizem que, ao longo da vida, todos nós teremos algum contato com essas pessoas porque são muitas espalhadas pelo mundo (cerca de 3% a 7% da população é assim); sem falar que muitos de nós temos alguns traços, mas não somos exatamente pessoas com transtorno narcisista: temos empatia, amor e remorso!

*Vampiros emocionais - você já ouviu falar deles? Saiba mais aqui!

No entanto, esses 3% a 7% são demasiados! Você poderá encontrá-los no trabalho, na família (e muito), na escola, na igreja (bastantes) e na política (demasiados). 

O mundo está repleto e não é difícil que você acabe cruzando com um e se encante por ele(a) - daí, para cair nas garras e se transformar em casal (vítima), é um passo!

Por outro lado, não é incomum que pessoas, filhos de pai(s) narcisistas e violentos se tornem presas fáceis! Parece um imã; gente que já sofreu na "mão de uma mãe ou pai narcisista" também atrai maltratadores!  

Conheço uma família assim: 3 de 4 filhos (as) vivem com narcisistas e não conseguem se desvencilhar. A que tem 3 filhos vive há mais de 23 anos assim - felizmente é a mais forte das três; ainda segue em pé e está 'aparentemente' saudável da mente!  Mas, até já o denunciou por perseguição e violência psicológica!

As demais, todavia, não são tão altivas e fortes como a primeira! 

Uma está muito deprimida e a outra adoeceu bastante e está com stress até o "topo" - lamentavelmente, a "droga que consomem" é de uso constante; para conseguir sair só com muita terapia, antidepressivos e ajuda de familiares e amigos próximos!

O sofrimento causado por Tóxicos Narcisistas (Psicopatas integrados) é como o Transtorno do estresse pós-traumático! Sair disso só com tratamento prolongado (de 2 ou mais anos); se a pessoa regressar com o agressor o Terapeuta terá que recomeçar o tratamento do zero!

Não tenha pena, nem faça pouco caso do sofrimento alheio, tampouco desdenhe de quem sofre por AMOR ZERO (Amor Zero é o título do livro de um especialista no assunto; um espanhol de nome Iñaki Piñuel); ele só trabalha com vítima de "amor zero" e acoso escolar (ou seja, bulliyng).  

Esses dois tipos de vítimas são tão traumatizadas que podem realmente por fim a suas vidas - passam a ver a vida de forma distinta; os pensamentos são disfuncionais; só com uma boa Terapia (Terapia Cognitivo-Comportamental - TCC) a pessoa quiçá possa voltar a ser quem um dia foi.

O assunto tratado aqui são a descrição das vítimas de Psicopatas Narcisistas, os com Transtorno de Personalidade Narcisista; são àqueles 3% a 7% da população que citamos; NÃO SÃO os que comem pessoas, cortam cabeças, grelham bochechas e guardam cérebros em geladeira como nos filmes; estes últimos são outro tipo de gente - pessoas realmente perversas e assassinas; tudo devido ao desenvolvimento, à formação  cerebral!  

No desenvolvimento intrauterino de um psicopata do parágrafo anterior houve uma anomalia, uma redução de matéria cinzenta e o córtex pré-frontal, os polos temporais nunca se ligaram (é como um bebê que tem àquela coisa que chamam de 'moleira'), quando crescem um pouco ela se fecha e, é claro, o crânio endure.

Nos Psicopatas que "matam pessoas de forma cruel e até comem" essa moleira nunca se fecha, só o crânio enrijece (como é lógico)!  

Fazem o que fazem, agem como agem, devido à falta de entendimento do certo e errado, da falta de remorso, da falta de empatia, da falta de amor; não entendem de punição e tampouco se importam com ela - o instinto é fazer o mal!

Os psicopatas integrados são mais 'toleráveis'; no entanto "matam" suas vítimas de forma lenta, via tortura psicológica e moral! 

Meu conselho?

Quando encontrar alguém encantador demais, perfeito demais; a tal "alma gêmea", desconfie e fuja!  Ninguém é perfeito, devemos estar cientes disso para não cairmos em armadilhas como as que caíram as três mulheres citadas acima e também citadas (com mais detalhe), em nosso e-Book (Veja aqui)

Todo o relatado é crime, se você for mulher e sofrer nas garras de um manipulador narcisista, procure a delegacia da mulher e depois busque um Advogado ou Defensoria Pública e peça afastamento (ordem de alejamento (afastamento) do cônjuge agressor); se houver filhos aja para que, apenas eles, tenham contato com o pai - procure uma pessoa de confiança para entregá-los e recebê-los de volta após a visita (a palavra de ORDEM É: não se acerque mais a esse ser ou ele voltará a te manipular, a te sugar como um vampiro que é). 

Infelizmente, se a vítima for homem não há uma Lei "José da Penha" para defendê-los, mas violência é sempre violência - busque ajuda judicial e psicológica para sair dessa relação doente e vá ser feliz com quem te ame de verdade (ou fique contigo mesmo - ninguém te amará mais que tu próprio)!

A Lei Maria da Penha que citamos acima foi modificada pela Lei  nº 13.772, de 2018).

Por Elane F. de Souza (Advogada não atuante, Blogueira, Articulista do JusBrasil e atualmente ativa no canal do youtube - aqui).
Também estamos no facebook com fã page, AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário ou envie uma pergunta

NEWSLETTER - SUBSCREVA

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner