17 de março de 2019

Psicopatas Integrados na política e na religião

Não precisa ser Psicólogo, tampouco médico Psiquiatra; um autodidata, apaixonado pela Psiquiatria ou Psicologia é capaz de identificar 'possíveis' psicopatas integrados; pessoas essas com transtorno de personalidade narcisista. 

Os mais capacitados, dentre os apaixonados pelo assunto, são aqueles (as) que já tiveram contato direto com um ou vários desses depredadores; eu, particularmente, já tive e ainda tenho com 3 (três), o que é lamentável!

Na faculdade eu já era a que adorava Medicina Legal; naquele tempo não havia, pelo menos na Faculdade em que estudei (nem sei se há) uma "pasta" de Criminologia, que também amo; no entanto, para a minha alegria já havia a de Medicina Legal.

Passava meus dias "atrás" do Professor (Médico Forense - Legista) para aprender mais sobre pessoas e o mal que podem causar aos outros! 

Várias vezes estive no Instituto Médico Legal (IML) para acompanhá-lo em suas atividades!  Quem optou, nos últimos semestres do curso, por se dedicar mais ao Direito Penal e Processual Penal era "obrigado" a estudar Medicina Legal; todavia, eu só fiz a escolha do Penal, por ela.  

Ademais disso, fiz algumas pesquisas por conta própria e com ajuda de uma amiga policial civil, que pediu a um colega (Agente Penitenciário, um encarregado), assim pude ter acesso a 3 (três) entrevistas com detentos que eram criminosos, com alto grau de periculosidade e aparentemente pouca empatia.

A finalidade das entrevistas era conhecer "o pensar"; entender o porquê dos crimes e a reação deles quanto à isso! Se havia arrependimento, se tinha vontade de pedir perdão aos familiares das vítimas ou se pudesse faria novamente igual ou diferente!

Dois se mostraram indiferentes a dor de quem perdeu alguém por vontade deles - indagados não se mostraram arrependidos; pelo contrário, diziam que a vítima mereceu, e que, talvez, na mesma situação fizessem novamente. 

O mais 'empático' dizia que foi apenas um impulso pela contumaz traição da mulher (por isso matou ela e o amante, de forma cruel). Disse que já não aguentava mais a chacota dos vizinhos; afinal, todos sabiam e ela não fazia questão nenhuma de esconder - só não se separou e foi embora porque ela o seduzia, o manipulava uma e outra vez para continuar com o relacionamento (talvez fazia isso pelo dinheiro dele); um dia cansou de perdoar; pegou ela e o amante juntos em casa e os matou!

No último caso, acredito que a Psicopata (se a história foi realmente como ele me contou) era mais ela, que ele!  Ele com "traços" e ela "totalmente psicopata", insensível e fria; "depredava", manipulava o marido constantemente; aproveitava-se apenas do que ele podia oferecer; mas sexo e atenção era só com o amante (disse o condenado mais "decente e aparentemente arrependido" dos entrevistados).


Mas, e os Psicopatas da Política e das Religiões, como agem?

Resposta simples: Corrompendo e sendo corrompidos - tirando do povo o mais básico que é a dignidade; qual seja: educação, saúde e segurança!

Novamente atrevo 'afirmar': qualquer pessoa, minimamente inteligente, honesta, sensata e empática, nota no outro (e em si mesma), se este outro poderia ser um potencial Psicopata Integrado, ou ter apenas traços narcisistas!
imagem de pixabay grátis
Manipulação política e religiosa

Quem entra para a Política ou cria religiões para comandar pessoas, instruí-las e manipulá-las, quase sempre tem transtorno de personalidade narcisista ou é um Psicopata em potencial. 

Em se tratando de Brasil, infelizmente é quase sempre assim - ainda não nos evoluímos em educação (familiar e pública) para criar mais cidadãos de bem, pessoas que queiram entrar para o mundo da política ou religião para fazer SOMENTE o bem para todos e em prol de um país melhor, com pessoas mais educadas, mais civilizadas e consequentemente menos violenta!  

Os que desejam e acabam ganhando as eleições para comandar nosso país são sempre os mais preparados; os experts em manipulação; a ânsia de poder não é para construir e fazer o país prosperar como nação, mas tão somente enriquecer-se às custas dos impostos que pagamos, dos contratos super-valorados; das licitações fraudulentas, etc. 

Corromper-se e/ou ser corrompido aqui é quase regra (desde o cliente ao caixa de supermercado quando não devolve o troco a mais  - só como exemplo, poderia ser qualquer profissional), daí como poderíamos ter políticos honestos se a corrupção vem de baixo? 

Inclusive da educação que damos a nossos filhos quando eles ganham nota baixa e vamos ao colégio bater no professor ou o próprio aluno se encarrega de dar cabo, ou uma bela surra no Professor!  

Na política e nas religiões é onde encontramos cidadãos mais frios e calculistas da sociedade - ainda não vi, nem sei se terei oportunidade de ver, algum político aqui (de alto escalão) fazer algo de bom para a população (salvo, algum prefeito ou vereador de cidadezinha - infelizmente isso não basta)!

Da mesma forma, os líderes religiosos ou criadores de religião! Esses são (salvo raríssimas exceções) manipuladores natos! É exatamente para manipular os crédulos, os fáceis de manobrar, as "ovelhas" culpadas ou necessitadas de perdão diário, que esses psicopatas criam religiões e deuses!  A partir daí, para "arrancar" todos os bens de quem os segue e crê, é um passo! 

Indagados após "doação" dizem que a "oferta" foi dada voluntariamente e que o milagre não aconteceu por culpa da 'vítima' que não tinha fé suficiente!  Produzem, na cabeça dos seguidores uma ilusão tão grande que o próprio fiel acreditará que a culpa é dele, nunca de seu pastor, seu líder religioso que lhe "manipulou"

É como o tal do "gaslighting*" (luz de gás) produzido por um narcisista (homem ou mulher) e direcionado à vitima, a(o) subjugada(o) integrante do casal (aqui vide violência psicológica, moral e/ou financeira contra a mulher - art. 7º, incisos II, IV e V da Lei Maria da Penha); infelizmente a referida Lei não se aplica ao homem, igualmente vítima de violência do tipo apresentado.


É lamentável, mas não devemos colocar a culpa somente nos psicopatas religiosos; os que seguem ('cegamente') também tem algo de culpa. Às vezes doam quantias exorbitantes para esses extorquidores em troca de cura, mais riqueza ou qualquer outra coisa que deseje! Quando a coisa não acontece, não sai como esperado, e quase sempre é assim, ficam furiosos e vão à justiça reclamar - "compram algo que não existe (milagres) depois reclamam"!

No caso dos políticos é bem mais grave, pois quem é eleito também comandará o país em nome de quem não os elegeu!

Como já dissemos, não raras vezes são psicopatas prontos a depredar o que resta do patrimônio público; receber vantagens de aliados ou empresários, fazer barganhas internas e apenas investir um mínimo do mínimo (não o "mínimo existencial" da Constituição) em prol do povo e do desenvolvimento do país.

Então, vocês acreditam mesmo que pessoas assim são normais?  

Que tem alguma empatia para com o povo que os elegeu?  

Que tem remorso ao ver a população na miséria e morrendo em fila de hospitais sucateados porque o recurso foi desviado para o bolso deles e de seus aliados? 

Enquanto eles puderem ter seus carros novos e blindados; suas mansões vigiadas; seus seguranças armados ao lado (dia e noite, financiada pelo povo, porque geralmente são servidores públicos - policiais); poder fazer viagens em aviões públicos e ainda receber por elas; poder fazer reuniões regadas à champanhe e caviar, o resto que se dane com fome, frio, falta de medicação e hospitais, falta de teto em decorrência de desastres naturais ou provocados; sem falar  na violência que degrada, cada vez mais, este país!  

Deixar a população passar pelo relatado no parágrafo anterior não é humano - gente que se elege mas deprecia o eleitor e ainda sucateia o país são depredadores por natureza; acercar-se a eles ou fazer frente é um perigo 'mortal'! 
E-book Vampiros Emocionais ou Depredadores emocionais
Narcisismo e Psicopatia andam juntos

Por Elane F. de Souza (Advogada, Articulista do JusBrasil e Blogueira, Adm. de seus blogues DCJ e Divulgando direitos) + a fã page Diário de Conteúdo Jurídico (DCJ).

Imagem/créditos: pixabay grátis, imagem de

Image by Alex Yomare from Pixabay

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário ou envie uma pergunta

NEWSLETTER - SUBSCREVA

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner