11 de setembro de 2019

"Não pega bem"

Existem muitas palavras e atitudes que aqui, ou mundo afora se diz ou faz, todavia "não pegam bem"!

- Mas, o que é não pegar bem?

No Brasil, não pegar bem é agir de forma distinta da que aprendemos na escola, no seio familiar ou na sociedade onde vivemos e estamos acostumados a lidar.  E não estamos a falar de 'crime, propriamente dito'!

"Não pegar bem" é agir como um irracional, um mal educado, um que fala o que pensa, esteja onde estiver e contra quem quer que seja - são exemplos que necessitam ser objetivados, coisa que tentaremos fazer ao longo do texto.

mãos dadas - pixabay grátis
Às vezes, o simples vestir, calçar ou pentear-se, dependendo do lugar onde vai estar deve ser cuidadoso, pois poderá ser motivo para você não "cair bem", ou ser mal visto pelos demais presentes e objeto de muita falação!

EXEMPLOS, PELO MUNDO, DE COISAS E ATITUDES QUE "NÃO PEGAM BEM" E SÃO ATÉ "PROIBIDAS", MESMO NÃO SENDO CRIMINOSAS

  • No Canadá, segundo consta, é 'totalmente' proibido tocar em crianças - apertar bochechas, beijar, cheirar, acariciar de forma não maliciosa - esse tipo de intimidade que existe muito por aqui é só para quem é muito próximo; da família e se a criança permitir - OPINIÃO: MUITO BOM COSTUME; nada mais constrangedor do que andar com seu filho por aí e todo mundo tocar nele com as mãos 'sujas, suadas', ou bocas babentas!

  • Ainda no Canadá e maioria da Europa Ocidental, as pessoas 'jamais' param na escada rolante pelo lado contrário; ou seja: se estiver subindo e for parar para ela te levar até o fim, pare do lado direito; deixe o lado esquerdo para quem quiser seguir andando, quem quiser ultrapassar (acho justíssimo); lá e cá atitude distinta dessa não deveria pegar bem - mas aqui é indiferente; andam até uns por cima dos outros para chegar logo ao destino!

  • No Brasil é muito normal cumprimentar as pessoas, ao conhecer ou já conhecendo, com dois beijinhos ou aperto de mão - coisa que no Canadá deixaria a pessoa beijada totalmente constrangida - lá é só aperto de mão. OPINIÃO? Para mim um olá, prazer, como vai, encantado, ou como no Japão (que só se curvam, em reverência, mas não tocam - e como na Alemanha que só cumprimentam, mas não tocam), etc, assim, sem tocar, são as melhores formas - particularmente acho ruim sair pegando na mão de todo mundo que aparece (sabe-se lá onde o(a) sujeito(a) pegou antes?); 'beijinho' de leve na face também deveria ser para quem já tivesse uma certa intimidade - apesar de que é mais higiênico do que dar a mão; a curiosidade é que em alguns países são os homens que se beijam ou esfregam o nariz ao cumprimentar (Itália, Espanha e Argentina homens se beijam e até abraçam - já na Arabia Saudita esfregam o nariz, colocam as duas mãos no ombro, um do outro, e falam suas palavras 'sagradas'). 

  • Chegar atrasado nos compromissos aqui é quase normal; mas não PEGA NADA BEM NO JAPÃO!
  • Certa vez li em um site só com dicas para quem vai morar no Japão (escrito por um japonês/brasileiro) o seguinte: "nunca dê desculpas, tampouco coloque a culpa no outro quando o trabalho é coletivo - peça desculpas, assuma o erro e prometa que fará melhor da próxima vez"!  Aqui, por outro lado, sempre jogamos a nossa culpa nos outros, ou damos muitas desculpas e quando a culpa é coletiva jogamos no coitado mais frágil da equipe - o que não pega bem lá  é uma forma de se safar, é ser esperto aqui!

  • A DEScortesia na França é algo feio, não pega bem, já aqui é banal - chamar uma pessoa de feia, gorda, velha, negra é normal; especialmente se for via internet, onde não se encara a pessoa de frente para dizer o que pensa. Daí, a 'desculpa' que damos é: mas ela não é velha mesmo? Ela não é feia mesmo? Ela não é gorda mesmo? Ela não é negra mesmo? Deveria se aceitar e  deixar de mi mi mi....só falei verdades! Ok, tá bem; mas lembre-se e aceite críticas pela descortesia, especialmente se a pessoa descortês for uma pessoa pública, que deveria passar respeito, e não se mostrar um OGRO perante o planeta. 

  • Opiniões ruins e/ou descortês para com o próximo devem ficar conosco - lá no 'fundo do baú' dos nossos pensamentos mais sombrios; afinal se não formos feios, nem velhos, mas vivermos bastante, um dia, além de velhos, seremos feios e talvez gordos - PENSEM NISSO antes de destratar pessoas apenas por opiniões divergentes; não estou falando isso pensando em ninguém, falo por mim mesma que um dia fiz um post, em uma rede social, e fui chamada de velha, feiosa e retrógada (antiquada), apenas por pensar diferente me humilharam - qual a sensação disso para você que faz igual a este que fez comigo?).

  • Infelizmente, atitudes desta natureza, no Brasil, são corriqueiras (com artistas mais velhos; com artistas novas que passam por cirurgia estética; que divorcia, que engorda, que emagrece, que tem o triplo da idade do par e assim vai); as pessoas humilham as outras do nada e por nada - você acha mesmo que isso pega bem para você?  Sente-se feliz levando a infelicidade para os outros? Ou age assim porque é um infeliz que já foi humilhado e tem que dar o troco em quem não é o culpado pela sua infelicidade?

- Sabe o que pega bem?

Ser uma pessoa de bem; que ajuda o próximo, que não tem preconceito, tampouco xenofobia, preserva a natureza em geral e da mesma forma o ambiente onde vive; trata os diferentes com empatia e os animais com zelo - e sabe se adaptar aos costumes dos nativos onde decide morar! 
Agindo assim, 'creio' que já seria o bastante para "cair bem" em qualquer ambiente, em qualquer país, em qualquer 'planeta'!


Por Elane F. de Souza
- Advogada, Autora dos Blogs: 
Divulgando direitos; 
Diário de Conteúdo Jurídico e,do blog DCJ JusBrasil, 
além da Fã page Diário de Conteúdo Jurídico no facebook.

Também estamos no Youtube -  VEJA aqui e AQUI



*Quer, ou precisa abrir uma empresa EIRELI ou Simples? Entenda isso AQUI!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um comentário ou envie uma pergunta

NEWSLETTER - SUBSCREVA

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner